Televendas | 0800 878 6547

Psicologia é Medicina? Descubra aqui!

Psicologia e Medicina são a mesma coisa? Tire as suas dúvidas agora mesmo!

A área da saúde é muito ampla. São diversas graduações que, apesar de diferentes, dialogam entre si e se encontram o tempo todo com um mesmo objetivo: promover o bem-estar dos pacientes atendidos. Sendo assim, é comum que algumas questões estejam envolvidas no processo de escolha do curso ideal para os futuros profissionais do segmento.

Nesse contexto, uma das dúvidas mais frequentes é: Psicologia é Medicina? Logo de cara, já respondemos: não. Estamos falando sobre áreas diferentes, mas que se complementam e são fundamentais para o bem-estar da população em geral.

Mas afinal, quais são as diferenças entre esses campos do estudo? Continue a leitura e tire todas as suas dúvidas, descobrindo a particularidade de cada área e conferindo qual combina mais com você!

Psicologia é Medicina?

A Psicologia e Medicina são áreas diferentes do estudo, ainda que ambas tratem da saúde dos seres humanos. Até mesmo a divisão acadêmica delas é diferente: enquanto a primeira faz parte das Ciências Humanas, a segunda se enquadra nas Ciências Biológicas.

E as diferenças não param por aí. A seguir, você conhecerá mais sobre o que faz com que cada uma dessas áreas seja completamente única. Vamos continuar?

O que é a Medicina?

A Medicina é uma ciência que lida com a prevenção, o diagnóstico e o tratamento de doenças diversas. Aqui, o foco é o corpo do paciente como um todo e as enfermidades que podem afetá-lo, seja em estruturas específicas ou sistemicamente.

Para se tornar um médico, o profissional precisa passar pela graduação de Bacharelado em Medicina. Esse é um curso que dura 6 anos e pode ser oferecido na modalidade tradicional (na qual os 2 últimos anos são de internato, ou seja, estágio obrigatório) ou PBL (Problem-Based Learning, ou Aprendizagem Baseada em Problemas, em que os casos clínicos são estudados ao longo de toda a graduação).

Após a obtenção do diploma, o profissional pode continuar atuando como Clínico Geral ou fazer uma especialização em Medicina. Nesse caso, ele poderá fazer tanto uma residência quanto uma prova de título para trabalhar como pediatra, geriatra, ginecologista, nefrologista, oftalmologista, entre outros.

E a Psicologia?

A Psicologia, por sua vez, tem como objetivo realizar o tratamento da saúde mental dos pacientes. O psicólogo não pode fechar ou validar um diagnóstico, apenas emitir laudos que orientem o médico a fazê-lo. Além disso, ele também não está apto a prescrever medicações ou tratamentos.

O trabalho desse profissional está em realizar o tratamento terapêutico da mente, utilizando conceitos aprendidos em sua faculdade. O curso de Bacharelado em Psicologia tem duração de 5 anos, com a realização de estágios ao longo de toda a vida acadêmica do estudante.

Depois de formado, o psicólogo também pode atuar na área Clínica ou, se desejar, fazer uma especialização. Algumas das áreas de atuação possíveis são a Psicologia Infantil, Psicologia Forense, Psicologia do Trabalho, Psicologia do Esporte, entre outras.

Quais são os pontos em comum entre as duas áreas?

Apesar de tratarem de pontos diferentes do organismo, as duas áreas têm tudo a ver uma com a outra. A relação pode ser facilmente estabelecida com um ditado popular: “mente sã, corpo são”.

Os problemas de cunho emocional afetam fortemente a saúde física. O inverso também é verdadeiro. Portanto, psicólogos e médicos são profissionais que atuam com um mesmo objetivo: garantir a saúde e o bem-estar dos seus pacientes.

Outra relação bem direta está na atuação do psicólogo e do médico psiquiatra. Este, sim, pode prescrever medicamentos e fechar diagnósticos, atuando em companhia dos psicólogos ao longo de todo o tratamento dos pacientes.

Por que a saúde mental é tão importante para a saúde física?

Agora, é a hora de descobrirmos como a saúde mental interfere na saúde física, e vice-versa! Dessa forma, você poderá compreender de maneira mais prática toda a importância da relação entre Psicologia e Medicina. Vamos lá?

Equilíbrio entre corpo e mente

Para uma vida saudável, é importante que tenhamos equilíbrio entre a saúde física e mental. Isso acontece porque a nossa mente é responsável direta pelas ações feitas pelo corpo.

Por exemplo: sabemos que é importante realizar atividades físicas para ter um organismo saudável. Mas, com uma mente adoecida, ter a energia e motivação para isso pode ser um tanto quanto complicado.

Melhora do desempenho pessoal, acadêmico e profissional

A ansiedade nos estudos ou no trabalho, a dificuldade de interação com outras pessoas e a falta de controle emocional podem impactar negativamente na produtividade, no aprendizado e nos relacionamentos interpessoais. Sendo assim, cuidar desse aspecto é também melhorar o desempenho nas áreas acadêmica, pessoal e profissional.

No trabalho, é possível citar até mesmo os acidentes ocupacionais, que podem ser ocasionados por problemas de natureza emocional. Por isso, cuidar da mente é também cuidar do físico!

Prevenção de doenças

Uma vida estressante e com problemas socioemocionais que não recebem o tratamento adequado pode fazer com que uma série de doenças apareçam no organismo.

Bons exemplos disso são os problemas cardiovasculares e hormonais. Além deles, questões como a obesidade, diabetes e dores crônicas podem ser potencializados por alterações psicoemocionais.

Aumento da qualidade de vida

Por fim, não podemos deixar de mencionar a importância da qualidade de vida para a saúde do organismo. Mente e corpo mais ativos caminham juntos e são responsáveis diretos por questões como a longevidade.

Como você pode notar, é de grande importância que os médicos e psicólogos atuem em conjunto, com o objetivo de prevenir doenças e fazer com que a vida dos seus pacientes seja mais tranquila, produtiva e feliz.

Esperamos que tenhamos respondido se Psicologia é Medicina! Vale ressaltar que as duas áreas são campos diferentes do estudo, mas que se complementam e caminham juntas com o objetivo de trazer mais qualidade de vida aos pacientes de todas as faixas etárias.

Para continuar com informações atualizadas sobre Psicologia e Medicina, assim como conhecer diversas dicas para se destacar na área da saúde, assine a nossa newsletter. Com ela, você receberá avisos sobre as novas publicações e não perderá nenhuma novidade do blog da Inspirali!

Últimos posts

Tudo que você precisa saber sobre auditoria em saúde

Para que a assistência à saúde seja aplicada aos pacientes com qualidade, é fundamental avaliar se os cuidados estão sendo…

Os 8 livros de Medicina que você deve ler se deseja o sucesso

Gosta de ler? Então, é hora de conhecer alguns dos melhores livros de Medicina para inspirar você nessa carreira! O…

Como fidelizar pacientes: veja 9 estratégias e ações

Você sabia que aprender como fidelizar os pacientes é tão importante quanto ser bem qualificado na área da saúde? Entenda!…

Filtro

Utilize os filtros para facilitar sua busca

Tipos de Formação
Área de Interesse

Olá, estamos felizes por se interessar em nosso conteúdo, para prosseguir preencha os campos abaixo e tenha acesso a este e mais conteúdos de qualidade

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para auxiliar na navegação, aprimorar a experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo do seu interesse. Para mais informações consulte nosso Aviso Externo de Privacidade.

Olá, estamos felizes por se interessar em nosso conteúdo, para prosseguir preencha os campos abaixo e tenha acesso a este e mais conteúdos de qualidade.

Utilizamos seus dados conforme previsto em nossos avisos de privacidade. Você pode cancelar nossa comunicação a qualquer momento. Para saber mais, clique aqui.