Televendas | 0800 878 6547

Médico Pesquisador: conheça essa possibilidade da carreira!

Atuando como médico pesquisador, você pode contribuir com o avanço da medicina, aprimorando métodos e recursos

Atender e tratar pacientes são alternativas para quem deseja atuar como médico, mas muitos profissionais preferem a carreira acadêmica em medicina. Eles se especializam para trabalhar como médicos pesquisadores.

Esse especialista trabalha com pesquisas, contribuindo para o desenvolvimento de diferentes áreas médicas. Sua atuação é fundamental para conhecer melhor as doenças, desenvolver tratamentos, tecnologias e medidas preventivas mais eficazes.

Mas, o que faz o médico pesquisador na prática? Será que realmente vale a pena construir carreira nessa área? E como é a formação desse profissional? Continue lendo para conferir a resposta dessas e outras perguntas, a fim de descobrir se a pesquisa clínica em medicina é o caminho ideal para você!

O que faz um médico pesquisador?

Sempre vemos notícias informando que houve uma nova descoberta na medicina. Pode ser alguma evolução no conhecimento de doenças e problemas de saúde ou mesmo o desenvolvimento de um novo fármaco, novas técnicas de tratamento e vacinas para patologias conhecidas. Todos esses avanços são possíveis por causa do trabalho do médico pesquisador.

A função desse profissional é iniciar ou participar de pesquisas e investigações que permitam desenvolver conhecimentos para compreendermos de forma mais profunda os mecanismos de uma doença, suas formas de prevenção, opções de tratamento mais avançadas e métodos para promover a saúde.

Como é a atuação desse profissional?

É o médico pesquisador que faz as descobertas que possibilitam à medicina evoluir cada dia mais. Esse profissional é um cientista. Ele atua em instituições de ensino ou de saúde nos bastidores, aprimorando as bases para a ação dos demais profissionais da área médica.

Existe um campo muito vasto para o seu trabalho. É possível se dedicar à pesquisa nas mais diferentes áreas médicas, como buscando conhecimentos em oncologia, doenças infecciosas, biotecnologia, saúde da mulher, do idoso ou da criança, células-tronco e assim por diante.

Esse profissional costuma trabalhar junto a um grupo, todos atuando em prol de um mesmo objetivo. Além das testagens em laboratório, o médico pesquisador pode conversar com pacientes para entender um pouco mais sobre seu quadro de saúde e o que há em comum entre pessoas com o mesmo problema. Também pode trabalhar com exames e a análise deles.

De toda forma, sua atuação tem um foco mais voltado para compreender as doenças e os problemas de saúde, não necessariamente indicar os tratamentos. Como explicamos, ele está em busca de respostas e de novos métodos para promover o bem-estar das pessoas, não operando na linha de frente, como em clínicas ou hospitais.

Por que a pesquisa em medicina é importante?

As descobertas e os resultados alcançados pelo médico pesquisador geram material para que a indústria médica e farmacêutica possa desenvolver novos produtos e substâncias para tratar as pessoas. Além disso, produz conhecimento para que os médicos que fazem o atendimento direto dos pacientes possam aprimorar o seu trabalho, inclusive por meio da prevenção.

Muitas doenças ainda não são completamente conhecidas e não têm cura. O trabalho do médico pesquisador pode envolver a busca por ela ou, então, o desenvolvimento de vacinas e tratamentos mais eficientes, que promovam resultados rápidos, com um menor grau de invasividade, efeito adversos e sequelas.

Assim, a pesquisa em medicina é importante para que essa área continue evoluindo, do contrário, ela permaneceria estagnada. Apenas por meio da busca por respostas é que há um crescimento do setor, com um cuidado cada vez mais eficiente com a saúde das pessoas e avanços fundamentais para preservação da integridade e da vida do ser humano.

Por isso, o médico pesquisador também é um profissional que deve estar em aprimoramento constante. Ele precisa continuar seus estudos observando as novidades que estão sendo apresentadas em medicina, a fim de atualizar os seus conhecimentos.

Qual é o nível salarial de um médico pesquisador?

O nível salarial de um médico pesquisador é bastante atrativo. A média do piso em 2021 está calculada em R$ 7.047,26, e o teto pode alcançar R$ 17.907,52. Os valores foram calculados de acordo com os profissionais que trabalham em regime CLT.

Entretanto, essas médias salariais consideram apenas o salário de base mensal, sem incluir adicionais como insalubridade ou periculosidade. Logo, é possível encontrar oportunidades ainda melhores dependendo do local de atuação, dos incentivos e patrocínios recebidos para dar continuidade às pesquisas.

Como se especializar para ser um médico pesquisador?

Para ser um médico pesquisador, é preciso fazer uma especialização em medicina voltada para a área de pesquisa clínica. O principal caminho para essa formação são os programas de pós-graduação stricto sensu, que conferem os títulos de mestrado e doutorado, disponíveis em faculdades e universidades.

Assim, não basta apenas estudar medicina para conquistar o diploma de ensino superior. Você precisará de uma formação com foco na área acadêmica e científica para obter o conhecimento técnico necessário para se dedicar a um determinado ramo de pesquisa.

Como explicamos, existem inúmeras áreas para você atuar como cientista em medicina. Os cursos de pós-graduação que citamos, muitas vezes, também abrem caminho para que os alunos permaneçam na própria instituição em que estão se formando, para operar como docentes ou ainda junto a grupos de pesquisadores.

O mais importante é que você entenda que, para ser um médico pesquisador, é preciso dar continuidade aos seus estudos nesse sentido. E mesmo depois de obter o título, é fundamental manter a atualização dos conhecimentos e habilidades a fim de se alinhar às inovações que surgem na área médica.

Além de todo esse conhecimento técnico, a área de pesquisa médica envolve uma grande paixão e o desejo de contribuir com a evolução da medicina como um todo. É um trabalho muito estimulante e recompensador, mas que exige organização, foco e muito empenho, além de persistência e obstinação.

Sendo assim, se escolher seguir por esse ramo, também será necessário trabalhar outras habilidades e competências para complementar os seus conhecimentos técnicos, e ter uma atuação de maior sucesso.

Agora que você já sabe como ser um médico pesquisador e de que maneira esse especialista trabalha, pode definir se essa carreira traz a realização pessoal e profissional que deseja. Depois, lembre-se de escolher as melhores instituições de ensino em saúde para ter a certeza de que será bem-capacitado para o mercado.

Quer ter acesso a mais dicas como estas para trilhar uma carreira de sucesso em saúde? Então, assine a nossa newsletter e receba informações em seu e-mail!

Últimos posts

Parceria entre Inspirali e MedRoom oferece ainda mais tecnologia ao ensino médico

A Inspirali vem continuamente investindo recursos e esforços para oferecer o melhor ensino médico, apostando em um dos currículos mais…

Health Tech Talks - Circuito Webinar Cyber Security e LGPD na Saúde.

À medida que as organizações de saúde agregam e distribuem quantidades crescentes de informações digitais do paciente, a demanda por…

Organização nos estudos EAD: saiba como ter sucesso estudando a distância

Com uma boa organização nos estudos, você conseguirá ter um excelente desempenho no ensino a distância, aproveitando ao máximo o…

Filtro

Utilize os filtros para facilitar sua busca

Tipos de Formação
Área de Interesse

Olá, estamos felizes por se interessar em nosso conteúdo, para prosseguir preencha os campos abaixo e tenha acesso a este e mais conteúdos de qualidade

Utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar oferta de cursos e serviços e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Olá, estamos felizes por se interessar em nosso conteúdo, para prosseguir preencha os campos abaixo e tenha acesso a este e mais conteúdos de qualidade.

Utilizamos seus dados conforme previsto em nossos avisos de privacidade. Você pode cancelar nossa comunicação a qualquer momento. Para saber mais, clique aqui.